Somente nestes 30 dias, foram 474 mortes violentas no Estado, 91% a mais que junho do ano passado. Só em Fortaleza, 197 pessoas foram mortas — crescimento de 217% em relação ao mesmo mês de 2016.

Ceará apresentou aumento de 31,9% no número de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 2.299 pessoas assassinadas nos seis primeiros meses de 2017, uma média diária de 16 mortes — o que representa um caso a cada uma hora e meia. No ano passado foram contabilizadas 1.743 ocorrências no período. Os números vêm crescendo desde janeiro, após 16 meses de redução nos assassinatos. Neste primeiro semestre, em cinco meses houve aumento.

Em seis meses, o Ceará teve aumento de 31,9% de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado. Dados de junho mostram recorde de mortes desde 2013. Em Fortaleza, o aumento foi de 217%

Os dados foram apresentados na tarde de ontem pelo titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, delegado André Costa.

 

Notícias

Informação o tempo todo.