O valor do dano ainda está sendo apurado. O contrato foi de R$ 518,6 milhões, firmado em 2010.

Sete falhas no Contrato de Concessão da Arena Castelão podem comprometer o acordo firmado entre a Secretaria do Esporte (Sesporte) e a Sociedade de Propósito Específico, denominada Arena Castelão Operadora de Estádio S/A. A transação foi feita no Governo do Cid Gomes, quando Ferruccio Feitosa esteve à frente da Secretaria Especial da Copa (Secopa), em 2010.

A auditoria verificou o acompanhamento e a fiscalização das informações financeiras prestadas pela Concessionária e da avaliação semestral do desempenho da parceria, firmada em 2010. As falhas identificadas abrangem os exercícios de 2015 e 2016.

 

 

Notícias

Informação o tempo todo.