A informação foi repassada pela própria assessoria do deputado Danilo Forte (PSDB), aos veículos de comunicação do Estado, incluindo a Revista Ceará.

Onyx Lorenzoni tratou de desmentir a indicação de Danilo Forte (PSDB) ao novo governo de Jair Bolsonaro (PSL) a partir de 1º de janeiro de 2019. “Mentira, ele não será secretário especial para o Nordeste coisíssima nenhuma, pois não existe secretaria especial do Nordeste,” esclareceu Onyx. “Não existe essa secretaria hoje e ele não foi convidado para ser secretário de coisa nenhuma. Apenas para atuar na coordenação parlamentar,” concluiu.

Em nota enviada à redação da Ceará a assessoria do parlamentar afirmou o seguinte:

-Danilo Forte é convidado para assumir Secretaria Especial do Nordeste

“Fico honrado com o convite e principalmente por poder continuar trabalhando na elaboração de elementos capazes de diminuir o desequilíbrio regional que o País persiste em conviver, como fizemos ao defender o Novo Pacto Federativo na Câmara dos Deputados”, comemora Danilo Forte, diz a nota.

“Ao assumir o cargo, o tucano ficará responsável por fazer a integração política entre o Governo Federal e o Nordeste brasileiro, Região onde o presidente eleito alcançou a menor votação”, finaliza a nota.

Segundo o ministro especial da Transição, Danilo Forte foi convidado apenas para “ajudar na articulação política com os parlamentares nordestinos”. Segundo Onyx, o coordenador-geral dessa equipe será o deputado Carlos Manato. “Como eu tenho dito, estamos criando uma nova relação com o Congresso. Ninguém terá cargo, mas terão investimento, seja por meio das emendas parlamentares ou dos programas de governo para suas bases.”

Notícias

Informação o tempo todo.