O ex-presidente, milionário, também teve bloqueados mais de R$ 600 mil de contas bancárias e cerca de R$ 9 milhões que estavam depositados em dois planos de previdência privada.

Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para dar sequência ao mandado de segurança que solicita o desbloqueio de bens do político, condenado a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo da Lava Jato envolvendo o triplex em Guarujá.

Além do bloqueio de R$ 16 milhões, estabelecido como dano mínimo, a Justiça determinou o sequestro do apartamento.

Segundo a defesa, o bloqueio dos bens é ilegal.

E o farsante manhoso, continua suas andanças pelo País, ludibriando os mais pobres, cada vez mais pobres. Enquanto ele, segue com sua riqueza, cada vez mais rico, às custas do dinheiro do povo brasileiro.

Eita povo abestalhado.

Notícias

Informação o tempo todo.