Mais de três mil soldados de tropas federais chegarão ao Ceará: Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Juazeiro do Norte e Sobral.

País vai às urnas escolher presidente, 27 governadores e 54 senadores, além de deputados federais e estaduais. 147,3 milhões de eleitores estão aptos a votar. Votação já começou em Fortaleza e interior do Estado.

A cidade de Sobral, principal reduto eleitoral de um dos candidatos a presidente da república, o exército fiscaliza, orienta e resguarda a integridade do eleitor sobralense. A cidade é governada, há anos, pela família de Ciro Gomes (PDT). Cinco cidades do Ceará terão reforço do Exército na eleição. 

Um dos critérios para receber o Exército é ter pelo menos 100 mil eleitores. Os agentes atuarão em pontos fixos das cidades e também farão patrulhamento nos locais de votação. Segundo o comandante do Exército, os agentes vão atuar para coibir crimes eleitorais, como boco de urna, compra de voto ou tentativa de tumultuar o processo eleitoral.

O Exército vai contar com apoio da Agência Brasileira de Inteligência, com sede no Ceará; da Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Civil.

Notícias

Informação o tempo todo.