Sérgio Aguiar (PDT) enalteceu o avanço no processo de geração de emprego e renda com o advento do hub do Aeroporto Pinto Martins. 

Para o presidente da Comissão de Constituição Justiça e Redação da Assembleia Legislativa, “teremos até o final do ano, diariamente, 40 novos voos da Latam partindo daqui, além os 40 já implantados pela Companhia Gol. Isto é uma vitória imensurável para o nosso Estado”, diz.

Isso, segundo ele, vai contribuir para o fortalecimento da economia. “Vamos ser a porta de saída e a porta de entrada, procurando trabalhar através do trade turístico e também das empresas conjugadas com aqueles que fazem o turismo no Ceará.” Sérgio Aguiar elencou o que será implantando nos próximos dias no Aeroporto Internacional Pinto Martins por meio da expansão das operações da Latam. De acordo com o deputado, a partir do dia 5 de julho, será inaugurada a rota Fortaleza-Orlando (EUA)-Fortaleza, com dois voos (ida e volta) por semana.

Em 1º de agosto será ampliada de 41 voos (ida e volta) para 47 voos (ida e volta) a quantidade semanal de operações na rota Fortaleza-Guarulhos-Fortaleza; será ampliada de 19 voos (ida e volta) para 20 voos (ida e volta) a quantidade semanal de operações na rota Fortaleza-Brasília-Fortaleza; será ampliada de oito voos (ida e volta) para 13 voos (ida e volta) a quantidade semanal de operações na rota Fortaleza-Salvador-Fortaleza.

Ainda segundo Aguiar, em 1º de agosto será ampliada de sete voos (ida e volta) para 11 voos (ida e volta) a quantidade semanal de operações na rota Fortaleza-Recife-Fortaleza; e de 10 voos (ida e volta) para 11 voos (ida e volta) a operações na rota Fortaleza-São Luís-Fortaleza. Além de oito voos (ida e volta) para nove voos (ida e volta) a quantidade semanal de operações Fortaleza-Belém-Fortaleza, além do aumento do números de voos de Fortaleza para Teresina, Manaus e Belo Horizonte. Ele informou ainda inauguração da rota Fortaleza-Vitória-Fortaleza, com seis voos (ida e volta) por semana.

Essa ampliação fará com que tenhamos a oportunidade de ingresso maior de passageiros e fortalecermos o turismo não só de Fortaleza, mas de todo o Ceará”, salientou. O deputado lembrou que benefícios foram concedidos recentemente no sentido de fomentar novos voos. Ele citou a redução do ICMS sobre o querosene de aviação no Estado.

Diminuímos aqui o ICMS para apenas 4%, fazendo com que essa alíquota estimulasse para que voos que partissem de Fortaleza para o exterior pudessem ter esse benefício. E agora também ampliados para conexões de caráter nacional. Com isso, as empresas foram buscando interesse maior pelo Ceará”, finalizou.

Notícias

Informação o tempo todo.