Afastado, atual prefeito Flanky Chaves (PP) acusa o prefeito em exercício, Bruno Figueiredo, de manter contrato com empresa investigada.

Prefeito interino de Pacajus, Bruno Figueredo (autor de um suposto golpe político contra seu aliado, o prefeito afastado Flank Chaves) é denunciado ao MP-CE por descumprir ordem judicial e por manter o abastecimento de veículos da Prefeitura Municipal de Pacajus em Postos de combustíveis envolvidos em corrupção, na mesma ação que afastou prefeito. Bruno Figueredo é filho do ex-prefeito Pedro José, preso por desvio de 20 milhões dos cofres públicos de Pacajus.

“Foi dito (na decisão judicial) que todas as empresas citadas estavam com serviço de fornecimento suspenso. Mesmo assim o prefeito interino manteve o abastecimento lá”, acusa o prefeito afastado Flank Chaves.

A denúncia também levanta indícios de ilícitos em processos de dispensa de licitação em várias áreas da administração, inclusive no fornecimento de combustíveis.

Flanky ingressou com representação contra Bruno Figueiredo na 1ª Vara de Justiça de Pacajus e também na Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), do MPCE.

Notícias

Informação o tempo todo.