A vitima Mailton Gomes, teria sido arrancada da presença da família, assassinada e decapitada por ter manifestado voto ao presidente recém-eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Policial Civil do Ceará se mobiliza e faz campanha para ajudar família de homem morto por ser eleitor de Jair Bolsonaro (PSL). A vitima Mailton Gomes, teria sido arrancada da presença da família, assassinada e decapitada por ter manifestado voto ao presidente recém-eleito. “Apesar de trabalhar todo dia com homicídio, a nossa sensibilidade diminui, mas ainda existe. Quando eu vi aquela senhora e seus três filhos saindo da delegacia, me partiu o coração”, lamenta o policial civil Eliseu Carvalho que ainda conseguiu sensibilizar e mobilizar boa parte da corporação no Estado.

A polícia prendeu um homem que confessou e contou detalhes do crime. A vítima deixou esposa e três filhos, que agora estão no Programa de Proteção à Testemunha, mas sem qualquer condição de se sustentar, já que Mailton era o provedor da casa.

Após o acontecimento, o inspetor da Polícia Civil Eliseu Carvalho está mobilizando as redes sociais para ajudar a família da vítima. Com a iniciativa dele, vários colegas de profissão se engajaram e estão ajudando a família.

Para ajudar a família, basta ligar para o telefone (85) 98549-2229.

Notícias

Informação o tempo todo.